in

O lado desumano do SUS: garotinha com câncer está há 2 meses sem receber quimioterapia

Menina de 3 anos recebe apenas morfina para aliviar as dores

O caso da menina Pérola, de apenas de três anos de idade e moradora do Rio de Janeiro, é uma amostra do sofrimento a que são submetidos milhões de brasileiros que dependem do Sistema único de Saúde (SUS) para tratar alguma doença grave.

A pequena carioca luta há um ano contra um câncer que se espalhou para os ossos. Inicialmente, ela foi diagnosticada com um tumor na barriga. Uma cirurgia foi realizada para a retirada do nódulo maligno e um cateter de drenagem foi colocado em seu abdômen.

O cateter precisou ser retirado e, agora, a menina não consegue fazer a quimioterapia. Segundo a família da criança, Pérola está esperando um novo cateter ser colocado para dar continuidade ao tratamento.

“Ela está há quase dois meses esperando uma posição. Ela tinha um cateter, mas pegou infecção, teve que fazer retirada e agora não tem outro pra colocar no lugar e ela está sem quimioterapia”, lamentou a mãe de Pérola à reportagem do Portal G1.

A pequena Pérola em reprodução de vídeo cedida pela família

No momento, a pequena está sob os cuidados dos médicos do Hospital Federal dos Servidores do Estado. Para amenizar as fortes dores que Pérola sofre, em virtude da doença, ela passa por um tratamento paliativo com doses diárias de morfina para aliviar as dores. O analgésico apenas diminui o sofrimento da criança, mas não combate o câncer.   

Versão do Hospital

A direção do Hospital Federal dos Servidores do Estado informou que a paciente Pérola da Silva Rosa teve que retirar o cateter por conta de infecção fúngica, mas não teve o tratamento quimioterápico interrompido. De acordo com a nota enviado pelo hospital, a menina aguarda o tratamento da infecção para a implantação de novo cateter.

Escrito por Carlos

Mega-Sena pagará R$ 90 milhões nesta quarta: confira os números mais sorteados na história do sorteio

Suzane, que matou a mãe, volta a ter o direito de sair da prisão no Dia das Mães