in

Você sabe o que é a babesiose?

Você sabe o que é a babesiose?
Você sabe o que é a babesiose?

A babesiose é a doença do carrapato que é causada pelo protozoário Babesia que é transmitido pelo carrapato marrom ao entrar em contato com o sangue do cachorro. Quando o protozoário instala, a babesiose invade rapidamente os glóbulos vermelhos e os destrói quando se reproduz. É muito comum que a babesiose esteja junto com a erliquiose, que, além de destruir os glóbulos vermelhos ela não deixa que o corpo reproduza novos.

A partir dessa destruição que surge os sintomas da doença. Os glóbulos vermelhos são responsáveis por toda a circulação de oxigênio no sangue e com a doença o cachorro fica anêmico.

Quando o sangue do cachorro for contaminado, a infecção se torna praticamente invisível. Durante 10 dias esses micro-organismos desaparecem do sangue do cachorro. Isso passa a falsa sensação de um alivio ou exames clínicos. Quando os micro-organismos reaparecem, logo em seguida, é iniciado a fase da infecção, mais disposta a chamar atenção.

Quais são os sintomas?

É importante destacar que a babesiose não apresenta sintomas pelo menos de imediato. O que pode acontecer são os sinais manifestados após os exercícios físicos, como diminuição da atividade ou cansaço por conta da infecção.

Na segunda fase da infecção a tendência é que o pet apresente alguns distúrbios. Em geral eles aparecem na saúde sanguínea, como gengiva, olhos e interior genitais amareladas ou pálidas, falta de apetite, fraqueza, sonolência, abdômen inchado e muito cansaço. Por isso, que quando os glóbulos vermelhos são atacados é muito natural que alguns sintomas da anemia apareça.

Outros sintomas da doença são febre alta, urina escura e um enorme batimento cardíaco. Como o sangue perde toda a sua capacidade de carregar o oxigênio com a doença, o pet se mostra menos propenso e visivelmente cansado. E, em muitos casos, a doença pode apresentar insuficiência renal, o que causa parcialmente a quantidade de urina e capacidade dos rins de eliminar toxinas do organismo.

Quais são as causas?

As causadoras da babesiose podem ou não nascer com carrapato marrom. Assim como a doença pode ser apenas um meio de transporte do protozoário, que pode absorver a babesia ao picar um cachorro infectado e passar aos seus filhotes. Porém, é importante destacar que nem todos os carrapatos têm a babesia. Isso dependerá apenas se eles herdaram isso.

Como é feito o tratamento? E a prevenção?

O diagnóstico é feito somente por exames de sangue através das clinicas veterinárias. A visualização é feita da Babesia Canis dentro dos glóbulos vermelhos. Porém, alguns exames não aponta o protozoário e por isso, é preciso realizar um exame chamado sorológico.

O tratamento dessa doença consiste em usar medicações receitadas pelo médico veterinário para matar a babesiose. É preciso também corrigir problemas gerados pela doença, o que pode incluir um suporte alimentar, soro na veia e entre outros.

Em alguns casos, quando há uma anemia, uma transfusão de sangue é necessária para auxiliar o organismo. Ao agir rapidamente, os problemas renais e hepáticos são solucionados. Por isso, ao ver que seu cachorro não está nada bem, procure imediatamente um médico veterinário.

Você sabe a importância do sono canino?

Você sabe o que é o espirro reverso?