in

Como devo cuidar de um cachorro cego?

Como devo cuidar de um cachorro cego?
Como devo cuidar de um cachorro cego?

Quando os pets chegam a uma certa idade eles começam a perder a visão. Mesmo com outros sentidos aflorados, tais como, a audição e olfato, eles podem precisar de ajuda nos primeiros meses após a perda. Através desse texto, iremos contar tudo como cuidar de um cachorro cego para que ele tenha o mesmo padrão de vida dos últimos anos.

Ter um pet cego pode ser apavorante para o tutor, mas por outro lado é uma experiência incrível. Alguns tutores que têm cachorros cegos acreditam que eles irão precisar de ajuda constantemente. No entanto, essa “paranoia” está muito longe de ser verdade, pois alguns cães conseguem se locomover totalmente sozinhos pela casa e se alimentar também.

No primeiro momento é necessário saber que o fato do seu cão ter perdido a visão não significa que você irá ter que superprotegê-lo o tempo. Se você transmitir suas inseguranças ao animal, com certeza ele se tornará muito dependente de você. E lembre-se: o cachorro se adaptará a sua nova condição mesmo que possa levar algum tempo, mas ele vai se acostumar a não enxergar. Veja a seguir, algumas recomendações para cuidar de um cachorro cego:

  1. Por enquanto não faça mudanças importantes

É bastante comum que os tutores quando recebem a notícia que seu animalzinho está cego começar a troca os moveis de lugares por medo dos pets se machucarem. No entanto, mudar os moveis de lugar pode ser mais difícil para os cães, já que eles terão que decorar o novo caminho que deve ser percorrido. Ao se machucarem com muita frequência nos móveis eles irão ficar assustados e desorientados. Portanto a dica é: deixe tudo como está!

2. Proteja as quinas

Protejas as quinas dos armários, mesas de centro, mesa de enfeite ou qualquer tipo de móveis que podem machucar o seu cão.

3. .Leve o seu pet aonde estão as suas coisas

Ao cuidar de um pet cego, não devemos nos preocupar em poder levar ele o tempo todo para encontrar a sua comida ou água. O ponto de referência do animal sempre será o lugar que ele já está acostumado. Por isso, mantenha a comida do seu cão no mesmo lugar, isso ajudará na locomoção dele quando ele sentir fome ou sede.

4.Dê alguma liberdade a ele

Tenha certeza que no começo é muito normal que o cachorro esbarre em algumas coisas, até porque alguns dias atrás ele ainda enxergava. Por isso, não se assuste e nem fique com medo. O que você poderá fazer que ajudará de forma positiva é manter as coisas dele no lugar e conversar com o seu cão para que ele se sinta mais confiante. E nisso, ele sentirá que pode fazer as coisas dele com liberdade sem precisar da ajuda de ninguém.

5.Passeie com ele com coleira

O exercício físico é outra atividade que não pode deixar de lado. Ao passear com ele, aconselhamos sempre leva-lo na coleira. Assim ele terá mais confiança por estar sempre ao seu lado. A dica é: compre coleira com guia curta, isso fará você a ter mais controle e ele sentirá mais seguro.

Cachorro sente frio? Saiba tudo sobre aqui

Epilepsia canina: sintomas e tratamentos