in

10 dicas para se divertir com o seu cachorro na piscina

10 dicas para se divertir com o seu cachorro na piscina
10 dicas para se divertir com o seu cachorro na piscina

Nesse verão, quem é não gosta de tomar um banho de piscina? Os pets também adoram, principalmente algumas raças como Cocker Spainel, Labrador e Golden. Porém, é muito importante estar por perto e prestar muita atenção enquanto tiver um cachorro na piscina. Assim você assegura que a aventura será só diversão.

Por mais que pareça loucura, o mais indicado é que o pet consiga entrar e sair sozinho da piscina. Acreditam que já existe até escadas e rampas especiais para eles? A rampa e a escada torna a piscina acessível para cachorros e uma diversão mais segura.

A seguir, iremos disponibilizar 10 dicas para que você possa se divertir com o se cachorro na piscina. Acompanhe!

  • Nunca jogue o pet na piscina

Esse ato, além de trazer o risco dele se machucar, ao joga-lo pode causar um susto tão grande que pode deixa-lo traumatizado pro resto da vida. Por isso, tenha cautela!

  • Cuidado ao sol

Em dias muitos quentes tome muito cuidado com o tempo em que o pet ficará exposto ao sol dentro da piscina. O sol causa queimaduras. Por isso, opte por horários em que o sol está mais ameno.

  • Use protetor solar

Hoje em dia existem protetores solar para pets. Por isso, é importante passar nas orelhas e no focinho para que ele não sofra queimaduras.

  • Evite alimentá-lo antes da piscina

Não é recomendado que o cachorro entre na piscina logo após a sua refeição. O pet pode passar muito mal e sofrer de congestão. O ideal é que ele entre na água depois de 3 horas.

  • Fique de olho no cansaço

Ao perceber que o seu pet está cansado de nadar, tire ele da piscina imediatamente. O risco de se afogar por conta de estar ofegante ou nadando mais lentamente é real.

  • Não deixe que o seu pet tome água de piscina

Durante a diversão é importante que você observe se o seu cãozinho não está tomando água da piscina. Como a água é tratada com cloro, não é ideal que ele tome. Caso o cachorro não tome é importante levar ele ao médico veterinário.

  • Dê um banho depois da piscina

Depois que o seu pet sair da piscina é importante dar um banho nele com shampoo próprio para cães para tirar todo o cloro nos pelos. Após o banho, seque-o para evitar micose e dermatite canina. A água pode entrar em seu ouvido, por isso é importante secar bem as orelhas.

  • Compre uma peitoral

Para os pets que não estão acostumados a entrar na piscina, coloque uma coleira de peito. Assim, quando eles se cansarem, você conseguirá puxá-lo pela peitoral rapidamente.

  • Colete salva-vidas

Outra opção é o colete salva-vidas que faz com que os cães tenham contato com a água, mas permanecem flutuando sem risco de afogamento.

  1. Nem todos os cachorros podem aproveitar o banho de piscina

Algumas raças como shih-tzus, bull terrier, buldogues, pequinês e american por suas características não conseguem nadar. Por isso, se o seu pet for de alguma dessas raças não coloque ele na piscina.

Seu cachorro é bravo? Saiba como agir

Aprenda a fazer o seu cachorro a parar de morder