in

Bebê a bordo! Como meu pet irá lidar?

Bebê a bordo! Como meu pet irá lidar?

Seu cachorrinho irá ganhar um irmão humano, como lidar com isso? Já imaginamos que a farra que os dois farão juntos com todos aqueles brinquedos jogados pelo chão da sala e o soninho no meio da tarde será incrível. Nas redes sociais a relação é sempre maravilhosa, né? Mas, é preciso tomar alguns cuidados para que não aconteça ciúme entre os dois.  

Antes de tudo, se você possui alguma dúvida se realmente é saudável ou não manter um pet perto de um bebê, já iremos adiantar que a resposta é SIM! Através de pesquisas nacionais e internacionais comprovam que os bebês que convivem com cachorros fortalecem ainda mais o sistema imunológico.

Alguns hospitais da Finlândia realizaram uma pesquisa que constatou que os bebês que convivem com cachorros têm 44% de chances de não ter infecções de ouvido, além de terem 29% menos chances de precisarem tomar antibióticos. Que legal, né?

Inseguranças esclarecidas, é hora de preparamos o pet para a chegada do recém-nascido. Vamos lá?

Antes da chegada com toda certeza seu pet irá acompanhar a sua gravidez, mas ao contrário de uma criança, ele não irá entender o que vai sair daquela barriga depois de 9 meses. Por isso, é importante que o tutor prepara-lo para a chegada do recém-nascido antes do primeiro encontro. Se acontecer de mudar o espaço da casa, por exemplo, proibir a entrada do pet no quarto do neném, é importante que essa restrição seja feita de forma parcial para que quando o bebê chegar o animal já esteja acostumado.

Outro dica muito importante e que ajuda muito os tutores é levar um paninho com o cheiro do bebê antes dele mesmo chegar em sua nova casa, para que o seu bichinho vá se identificando com o novo morador.

Quando o bebê chegar o cachorro fará um festa enorme ao reencontrar sua mãe. Essa agitação não é muito saudável para o pet e nem para o primeiro encontro com o novo morador. Assim, peça para alguém ficar com o neném no colo enquanto você reencontra com seu o cachorro. Faça festa, dê mil beijos e acalme-o. Depois de toda bagunça, você poderá apresentar o novo membro para ele.

Quando o pet estiver totalmente calmo é importante ele assemelhe momentos de tranquilidade enquanto estiver com o bebê, para evitar movimentos bruscos, lambidas e pulos.

É importante que a rotina da casa se mantenha a mesma. Se você costuma passear com o seu bichinho todos os dias, mantenha essa tarefa. A chegada do neném deve ser algo que agregue a vida de todos e principalmente ao animal. A chegada do recém-nascido não pode ser considerado como um intruso na vida do animal.

Outra dica importante é que por mais que você confie no seu bichinho e tenha certeza que ele não fará nada demais com o seu bebê, não deixe os dois sozinhos nem por um momento. É muito comum acontecer acidentes e ás vezes uma brincadeira ou uma atitude protetora da parte do cão pode ser brusca e causar ferimentos do bebê.

Transporte de animais no carro: Saiba porque é tão importante para a vida dos pets

Transporte de animais no carro: Saiba porque é tão importante para a vida dos pets

Conheça as principais doenças em cães

Conheça as principais doenças em cães