in

Reação à dupla Toffoli e Moraes: senador pede o impeachment dos dois ministros

Senador Alessandro Vieira protocolou pedido no Senado

A abertura de inquérito no Supremo Tribunal Federal, a mando do presidente Dias Toffoli e as ações de censura do ministro Alexandre de Moraes, continua tendo desdobramentos em Brasília. A última reação partiu de um senador sergipano, que pede o impeachment da dupla do STF.

Quem protocolou o pedido de impeachment, nesta terça-feira (23), foi o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). O sergipano comunicou a iniciativa de tentar o impedimento dos dois após os desdobramentos do inquérito determinado por Toffoli que investiga supostos ataques contra o STF.

O parlamentar nordestino afirmou que seu pedido tem o apoio de outros senadores para o impedimento de Toffoli e Moraes. Contudo, segundo informações da imprensa que cobre a política, em Brasília, mas a maioria dos senadores da Casa ainda não endossam a proposta de Vieira.

Pelo desejo do senador, seu pedido de impeachment deveria ser submetido ao plenário da Casa e, se aprovado, enviado a uma comissão especial para analisar a procedência da denúncia.

Entretanto, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), diz que não há a menor possibilidade de prosseguir com o pedido de Vieira. “Não é clima ou não clima, não é prioridade na pauta do Senado isso”, afirmou o presidente, ao ser questionado se haveria clima no Senado para pôr em pauta o impeachment de Toffoli e Moraes.

Alessandro Vieira comentou com os jornalistas “não ter ideia” de como funciona a tramitação de um pedido de impeachment no Senado Federal.

Inquérito e censura prévia

Dias Toffoli e Alexandre de Moraes

Em março, em polêmica ainda atualíssima, houve a instauração, em ofício, de um inquérito criminal (4.781) no âmbito do Supremo Tribunal Federal, por iniciativa do presidente Dias Toffoli. O referido inquérito teria o escopo de investigar notícias fraudulentas (fake news), ofensas e ameaças que atingem a honorabilidade e a segurança de membros do STF.

No decorrer do inquérito, o ministro Alexandre de Moraes tomou decisões que estão sendo vista em todo o Brasil como censura prévia. A investigação a Polícia Federal realizou busca e apreensão contra várias pessoas que postaram críticas ao STF nas redes sociais

Escrito por Carlos

Gasolina volta a subir e passa a ter seu maior valor desde outubro do ano passado

O futuro de Lula na prisão: confira as possibilidades de o ex-presidente ganhar a liberdade nos próximos meses