in

Começa segunda fase da vacinação contra gripe: confira quem tem direito à dose gratuita

Ministério da Saúde almeja vacinar 90% dos grupos prioritários

Tem início nesta segunda-feira (22) a segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe. De acordo com o Ministério da Saúde, A meta é imunizar 58,6 milhões de pessoas até o dia 31 de maio, quando a campanha será encerrada.

Na primeira fase da campanha as crianças e gestantes tiveram prioridade absoluta. Quem não foi vacinado na primeira fase pode procurar os locais de vacinação. As vacinas estão disponíveis e grátis nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) dos municípios para o público-alvo.

Agora, na segunda fase, têm direito a dose da vacina:

. Trabalhadores de saúde

. Povos indígenas

. Puérperas (mulheres até 45 após o parto)

. Idosos (a partir dos 60 anos)

. Professores

. Pessoas portadoras de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico

. Funcionários do sistema prisional

. População carcerária, incluindo adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa

O Ministério da Saúde informou que neste ano serão distribuídas 63,7 milhões de doses da vacina. Ao total, 41,8 mil postos de vacinação estarão disponíveis em todo o Brasil. São quase 200 mil profissionais de saúde envolvidos na operação, com a utilização de 21,5 mil veículos (terrestres, marítimos e fluviais).

O chamado “Dia D”, que envolverá a vacinação de todos os grupos de risco, acontecerá na forma de mutirão no próximo dia 04 de maio.

Presos serão imunizados nesta segunda fase da vacinação

Em 2019, o Ministério da Saúde almeja atingir a meta mínima de 90% de cobertura sobre todos os grupos prioritários. Infelizmente, no ano passado a meta não foi atingida. A recomendação em relação à escolha dos grupos segue determinação da organização Mundial da Saúde (OMS).

Mortes provocadas pela Gripe

Neste ano, até 23 de março, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 óbitos. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O estado do Amazonas é o que apresenta a maior circulação do vírus, com 118 casos e 33 mortes. Por isso, o Ministério da Saúde antecipou a campanha de vacinação para o estado, que já está vacinando a população desde o dia 20 de março.

Sintomas de Gripe H1N1

Os sinais e sintomas da gripe H1N1 são muito parecidos com os da gripe comum, mas podem ser um pouco mais graves e costumam incluir algumas complicações também. Veja:

. Febre alta

. Tosse

. Dor de cabeça

. Dores musculares

. Falta de ar

. Espirros

. Dor na garganta

. Fraqueza

. Coriza

. Congestão nasal

. Náuseas e vômitos

. Diarreia.

As complicações decorrentes da gripe H1N1 são comuns em pessoas jovens, o que é bastante difícil de acontecer em casos de gripe comum. A insuficiência respiratória é um sintoma frequente da gripe H1N1 que não é devidamente tratada. Em casos graves, ela pode levar o paciente à morte.

Tratamento da Gripe

O uso do antiviral fosfato de oseltamivir é indicado para os casos de síndrome respiratória aguda grave e casos de síndrome gripal, de acordo com o Protocolo de Tratamento de Influenza 2017, do Ministério da Saúde. O tratamento deve ser realizado, preferencialmente, nas primeiras 48h após o início dos sintomas.

Ex-militar do Exército e chefe do tráfico morre após “acidente de trabalho”

Incompetência ou vista grossa? Serviço secreto do Sri Lanka sabia dos atentados 14 dias antes