in

Polêmicas que envolvem o desenho da Peppa Pig – Saiba tudo sobre aqui

Polêmicas que envolvem o desenho da Peppa Pig – Saiba tudo sobre aqui
Polêmicas que envolvem o desenho da Peppa Pig – Saiba tudo sobre aqui

A personagem Peppa Pig se apresenta com uma voz infantil que cativa muito as crianças. Para assistir qualquer episódio dessa febre, basta digitar em qualquer buscador da Internet. Somente o episódio que a Peppa Pig diz que adora poças de lama, já possui mais 2.640.500 visualizações no Youtube.

Como falamos acima, um dos termos mais procurados atualmente em sites é o “Watch Peppa Pig”. Porém, nem tudo são flores na história da porquinha cor-de-rosa. Nas duas primeiras exibições da temporada na Grã-Bretanha, onde a produção se originou, Peppa e sua família não tinham o hábito de usar cinto de segurança quando passeavam de carro, o que gerou muitos protestos dos pais no Reino Unido.

O episódio foi tão comentada que rapidamente a questão foi resolvida, onde passaram a desenhar os bichinhos com os acessórios de segurança, além de incluir o detalhe também nos episódios que tinha ido ao ar.

Essa polêmica não foi a primeira e nem será, a última. O desenho da Peppa Pig foi alvo de inúmeros boatos a respeito do seu surgimento. Uma imagem de uma menina vestindo uma cabeça de porco muito bizarra, quase que parecendo ter saído das catacumbas. Porém, não existe nenhuma prova concreta que isso seja real.

Um telespectador enfatiza que “as pessoas se incomodam com o sucesso gigantesco da Peppa Pig, porque os episódios geraram muito lucro para o comércio informal e forma”. – Lauro é pai de duas crianças, Laura de 1 ano e Ariel de 4 anos.

A Peppa teve a sua criança em meados de 2004 por Astley Baker Davies – que teve o objetivo de agradar as crianças em uma faixa etária de 1 a 5 anos. Os traços são totalmente simples, quase um desenho sem efeitos ou histórias rápidas. São mais de 177 países exibidos esse fenômeno, com 211 episódios e história com mais ou menos 5 minutos de duração.

Os criadores da série animada em uma entrevista à revista “FT” disseram que resolveram usar um porco como personagem porque esse seria um animal com qual eles não precisariam se preocupar com a raça ou passado. Além disso, a estrela do desenho deveria ser do sexo feminino, onde poucos personagens femininos eram vistos em programas infantis.

A questão feminina foi mais uma polemica, já que na história, Mamãe Pig trabalha no computador enquanto o Papai prepara o jantar. Sobre essa enxurrada de acusações, os criadores responderam que a séria retrata uma família atual, e foi por isso a escolhe de mostrar os pais dividindo as tarefas domésticas de forma igual.

Depois do estrondoso sucesso, os produtos da família Pig invadiram as lojas de brinquedos, material escolar, roupa de cama e quase tudo que você possa imaginar que atrai a atenção das crianças e fazem com que elas se sintam dentro da história. Uma linha de produtos da Peppa Pig pode custar até R$300, e os brinquedos da marca foram parar no Brasil em shoppings e em outros locais.

Pais não devem se preocupar muito com o uso de aparelhos eletrônicos, dizem pediatras britânicos

Relatos sobrenaturais que fizeram uma cidade brasileira construir discoportos